Dicas para organizar o closet

Avalie

Quem nunca falou que não tem espaço no closet? É comum procurar roupas e até se atrasar para algum compromisso tentando encontrar aquela peça escondida no guarda-roupa.

Segundo a personal organizer Sandra Miyashiro, antes de iniciar a organização, é preciso seguir alguns procedimentos para deixar tudo em ordem. “Caso contrário todo o tempo dedicado será em vão, pois você não estará organizando, mas apenas arrumando. Porém, a organização correta tem como foco deixar a vida das pessoas mais funcional e prática. Afinal, nos dias atuais não dá para ficar perdendo tempo”, aponta.

closet

Foto: Thinkstock/Getty Images

A profissional ainda ressalta que organizar não significa tirar tudo do closet ou guardar as peças no fundo do armário. “É preciso alguns cuidados para deixá-lo organizado, para assim tornar nossa vida mais prática”.

+Leia também: dicas de organização para espaços pequenos

Primeiros passos

Antes de iniciar o processo de organização, anote as dicas da personal organizer:

Limpeza – Retire as roupas do armário/closet e limpe o espaço interno com aspirador e um pano úmido. Evite o excesso de produtos de limpeza para não danificar seu móvel e suas roupas;

Categorias – Organize as roupas, sapatos e acessórios por critério: doar, descartar, consertar, lavar e guardar. Aqui entra um processo, muitas vezes, delicado para muitas pessoas o famoso desapego. Por isso, faça as seguintes perguntas: “Há quanto tempo não uso esta roupa? Há mais de um ano?”, “Em qual ocasião poderei usá-la novamente?”, “Por que devo guardá-la? Ela ainda fica bem em mim?”

closet

Foto: Thinkstock/Getty Images

Preste atenção no que vai descartar – Itens atemporais, clássicos e peças feitas com materiais de qualidade devem ser mantidos. Analise bem, antes de descartá-los. “Pense que ao descartar os itens sem uso, você terá mais espaço no seu closet para novas aquisições, sem falar na praticidade, economia de tempo e organização!”, afirma Sandra.

Padronização de cabides – acrílico, madeira ou plástico: este simples procedimento permitirá que você visualize melhor todas as suas peças. Por isso, utilize modelos com o mesmo tamanho, cor e altura. Ou otimize o mesmo modelo para uma categoria específica de roupa. Além dos cabides tradicionais, o mercado disponibiliza opções para ternos, sais, vestidos. Vale a penas o investimento!

Separe as roupas corretamente

Existem maneiras mais fáceis e práticas de arrumar o closet, como utilizar gavetas, prateleiras, cabideiros e outros objetos de organização.

Gaveta: deve ser utilizada para armazenar peças pequenas, como roupas íntimas, de ginástica, lenços, meias, acessórios, entre outros. Reserve as primeiras gavetas para os itens que são mais utilizados no dia a dia como, por exemplo, lingerie. Caso não tenha gavetas suficientes uma boa solução é armazenar itens de utilização esporádica como, por exemplo, biquínis em caixas organizadoras. Mas, não se esqueça de identificá-la!

Prateleira: é ideal para guardar peças como malhas, blusas de lã, moletons, bolsas, entre outros. Utilize o critério de categoria: tipo de uso e cor, por exemplo.

Cabideiro: deve ser usado para pendurar: camisa, calça (sempre o gancho direcionado para dentro do closet – o famoso “gancho com gancho”), casaco, saia, vestido e blazer. Os ganchos dos cabides devem estar virados para dentro do closet para facilitar a visualização e retirada das peças.

+Leia também: 5 dicas para manter a casa organizada sem perder muito tempo

Como guardar

Peças íntimas: podem ser organizadas por tipo – dia a dia e ocasiões especiais – separadas ou com os sutiãs do conjunto. Cuidado na hora de guardá-los para não com danificar o bojo. Por isso, dobre de maneira que fiquem encaixados dentro do outro.

Camisetas: indiferente de serem guardadas em gavetas ou prateleiras, dobre as peças de forma uniforme/padrão. Separe por tipo de uso, cor, manga curta/cumprida. Dica: o mercado disponibiliza gabaritos para dobras de camisetas. Outra solução caseira é adotar uma revista ou pasta.

Malhas de lã: dobre as malhas de lã de forma uniforme e coloque-as em prateleiras. Caso não tenha espaço suficiente no seu armário armazene-as em malas ou caixas. Faça o mesmo com as peças de moletom;

Casacos de couro ou camurça: não guarde em sacos plásticos, pois as peças precisam de ventilação. Esporadicamente coloque-as ao ar livre, mas evite o sol. As noites úmidas (sem chuva) são uma boa medida para amaciar o couro;

Cachecóis, echarpes, lenços e luvas: é recomendado guardar em gavetas ou caixas;

Bolsas: organize por tamanho e cor e não se esqueça de colocar papel de seda para não danificá-las. Se preferir utilize caixas com visor e ventilação ou sacos de TNT.

closet

Foto: Thinkstock/Getty Images

Organização dos sapatos

Segundo a profissional, os calçados devem ser guardados em espaço próprio, como sapateiras planejadas ou externas, ou na parte inferior dos armários. “Guarde sempre com os bicos para frente para auxiliar na visualização e separe por cor e tipo de uso. Atenção com as botas de cano alto que precisam ser guardadas deitadas e em caixas apropriadas. Não esqueça preenchê-las para evitar que deformem”, aconselha.

Outras maneiras: acomodar em sacos de TNT com visores ou caixas com visores e com abertura para ventilação. Caso a opção seja por caixas de papelão tire uma foto do sapato para facilitar na hora da identificação.

Evite a pressa

Na pressa e na correria do dia a dia, nada mais comum do que guardar as peças de roupa de qualquer jeito. Porém, alguns erros podem fazer você perder mais tempo depois, na hora de buscar suas roupas e acessórios. “Evite armazenar mais de um item no mesmo cabide. Não sobreponha, por exemplo, camisas e casacos. Além de amassar a peça mais leve, com certamente, ela será esquecida no closet”, conta Sandra.

Acessórios para complementar o closet

Protetores de TNT/Capas de TNT: com visor são ótimos para organizar guardar ternos, blazer e roupas que não são usadas com frequência, pois preservam melhor a roupa. Além disso, protegem também os itens mais delicados como vestidos de festas.

Organizador/Colméia: é uma boa opção para organizar peças íntimas, biquínis, meias e lenços, por exemplo.

+Leia também: dicas para deixar a lavanderia mais organizada

Sacos a vácuo: são ótimos para guardar roupas fora da estação, casacos volumosos e roupas de cama. Com ou sem gancho, eles evitam mofo, traças, pó e umidade. Outra vantagem é a otimização de espaço, a utilização deste acessório aumenta em até três vezes a capacidade do espaço.

Caixas organizadoras: ideias para guardar roupa que não são usadas no dia a dia e itens gerais. Além de práticas, também trazem personalidade e estilo. O mercado tem diversas opções (papelão, tecido, acrílico).

Dica: por uma questão de higiene, não guarde sapatos próximos das roupas e meias com lingerie.

Consultoria
Sandra Miyashiro – Jornalista e personal organizer
360° Organizer – Organização com um novo conceito, um novo ângulo.
(11) 99909-9061
facebook.com/360grausorganizer

Mais lidas