Decoração com móveis escuros

Avalie

Quando pensamos em quartos femininos, geralmente os relacionamos com móveis brancos ou bem claros. Porém, nem sempre é possível trocar todos os móveis para fazer uma nova decoração. Em vez de jogar fora aquele criado-mudo antigo ou achar que o guarda-roupa marrom escuro não combina com nada, que tal deixar seu quarto feminino, alegre, sem precisar gastar muito? As arquitetas Márcia Lazzarin e Mayara Kassie ensinam que o segredo está nos pequenos detalhes. Confira dicas para transformar seu quarto:

Márcia Lazzarin

Márcia Lazzarin

Combinação de cores

De acordo com Mayara, na decoração não existe uma regra em relação a cores. As composições são feitas de acordo com as necessidades e os gostos de cada pessoa. “É necessário sempre avaliar todo o entorno. Por exemplo, se for um quarto e os móveis escuros já existirem no espaço, o ideal é clarear as paredes”, afirma.

No entanto, Márcia explica que algumas cores que podem ser utilizadas sem medo na hora de decorar com móveis escuros. “Na cartela de cores, temos cores análogas (tom sobre tom) ou contrastantes. As cores análogas são usadas por pessoas com estilo de decorar bastante tradicional. Já as cores contrastantes são de interesse de pessoas mais ousadas e modernas”, conta.

Dessa forma, os móveis brancos e clarinhos, em dormitórios de pessoas que buscam o estilo tradicional de morar, podem compor com objetos desde o café, passando por todos os marrons, chocolates até os beges. “Já as pessoas ousadas podem compor com os tons quentes, como vermelho, laranja, amarelo e os intensos azuis, beringela e verdes”, completa.

Se na sua casa tiver muitos móveis de madeira, Márcia ainda explica que as madeiras claras são mais fáceis de combinar com outras cores e texturas. “Já as madeiras escuras devem compor com os tons claros, usando a técnica da complementação e contraste de tons”, diz a arquiteta.

Márcia Lazzarin

Márcia Lazzarin

Como deixar o ambiente mais clean

Cores escuras geralmente deixam os ambientes também escuros, às vezes um pouco “carregados”. Para fugir disso, Mayara aponta que o quarto não deve ter muitos móveis. O essencial é apostar em cortinas, paredes e pisos em tons mais claros. “E, principalmente, não misturar muitas cores no mesmo ambiente”, afirma.

Em relação à iluminação do local, o recomendado é direcioná-la para o teto, pois o foco de luz rebaterá no branco e isso fará com que o ambiente pareça mais amplo. “O mesmo ocorre quando direcionamos o foco de luz para os espelhos”, explica Márcia.

Restaurando os móveis antigos

Uma boa aposta para economizar dinheiro e deixar seu quarto mais charmoso é reutilizar os móveis mais antigos. “Os móveis podem ser pintados, restaurados, e, quanto mais antigo, desde que bem conservado, deixa o ambiente mais elegante”, afirma Mayara.

Porém, é preciso tomar cuidado para não exagerar nas misturas de estilos. “A mistura de estilos nem sempre resulta em situações positivas. Quando o ambiente é moderno, com diversas peças modernas e contém um ou dois itens de época, certamente ficará agradável, porém, quando o ambiente tem diversos itens de decoração clássicos, de época e colocamos um ou dois itens modernos, o resultado fica inapropriado. Para pessoas que tem a intenção de fazer tais misturas, sugiro a consultoria de um profissional para que não haja surpresas desagradáveis após o término da decoração”, aconselha Márcia.

A possibilidade de restauros e releituras de móveis são infinitas, porém, devem ser feitas com cuidado para que a composição fique em harmonia. Planeje sempre!

Márcia Lazzarin

Márcia Lazzarin

Quarto bem mais feminino

Muitos acreditam que quartos mais escuros, com móveis em tons de cinza, remetem ao masculino. No entanto, é possível sim deixar um quarto bem feminino com tons mais sóbrios. “Os cinzas dão um toque de sobriedade no ambiente. Se misturarmos com espelhos, resulta no charme modernista, se misturarmos com vermelho, resulta na intensidade das paixões, se misturarmos com dourados, resulta no luxo. Misturando com o verde cítrico, resulta na jovialidade, com o pink, resulta na irreverência das adolescentes. E assim por diante!”, conclui Márcia.

Consultoria

Mayara Kassie – arquiteta

Márcia Lazzarin – arquiteta. Fone (11) 9 8710 8096. E-mail para contato: marcia.lazzarin@gmail.com

Mais lidas