Como usar espelhos em um único ambiente

Avalie

O espelho é um curinga na decoração: pode ser utilizado para ampliar ambientes, para melhorar o design de qualquer cantinho e ainda trazer charme para sua casa.

“Os espelhos estão cada vez mais presentes em layouts e projetos de decoração, onde a sua principal função, que é refletir, passa a ser explorada também como ‘lente de aumento’ nos espaços e multiplicador dos efeitos de revestimentos na alvenaria e de iluminação”, explica a consultora de tendências Camila Martins.

Essa multifuncionalidade atual, somada ao baixo custo de manutenção, se tornam grandes vantagens e fazem dos espelhos uma ótima opção principalmente para quem quer gastar pouco na hora de decorar.

Foto: Thinkstock/Getty Images

Foto: Thinkstock/Getty Images

Espelhos em um mesmo ambiente

Se bateu aquela dúvida de como usar múltiplos espelhos, uma boa dica é ter uma parede do ambiente toda revestida com espelho, funcionando como revestimento de acabamento e, em outra parede, uma peça de espelho emoldurada, funcionando como um quadro decorativo.

“O que não é legal nunca é espelho refletir espelho. O ideal é que as paredes totalmente ou parcialmente espelhadas e as paredes com espelhos pendurados estejam desencontradas, quando todas pertencem a um mesmo ambiente”, afirma a especialista.

+ Leia também: uso de espelhos na decoração de pequenos espaços

Como fazer uma composição com espelhos

Para fazer uma composição com espelhos, a consultora explica que, “se tratando de uma composição com vários espelhos, podemos traduzir esta fórmula em: bom senso + projeto de arquitetura e projeto de decoração do ambiente perfeitamente alinhados”.

Espelhos em casas de praia, por exemplo, apesar dos avanços tecnológicos na fabricação deste produto, a oxidação causada pela maresia ainda é uma grande inimiga.

“Já o Feng Shui, para quem segue, não aconselha a reflexão de cama ou de portas de entrada dos ambientes. Enfim, na hora de decorar ou compor com espelhos, para quem não domina a técnica ou se sente inseguro e não quer arriscar no barato que pode sair bem caro amanhã, o melhor conselho é investir em uma ajuda profissional, de um arquiteto ou decorador que vai te ouvir, captar a sua personalidade e os seus objetivos com o espaço e a partir daí, desenvolver um projeto com espelhos na medida certa para você”, afirma Camila.

Tipos de espelhos

Os espelhos sem moldura, funcionando como revestimentos de acabamento nas paredes acabam se tornando neutros, podendo ser incorporados em qualquer estilo de decoração, clássica ou moderna.

“Já os espelhos emoldurados funcionam como quadros, objetos de decoração, onde quem irá ditar o estilo da peça é o tipo de moldura escolhida. Eu particularmente adoro o mix dos dois estilos e também não vejo problema algum em explorar estes dois tipos de aplicação dos espelhos em um mesmo ambiente”, afirma Camila.

espelhos em ambientes

Foto: Thinkstock/Getty Images

Locais para utilizar espelhos

De acordo com a consultora de tendências, os espelhos são próprios para ambientes internos. “Em casas ou apartamentos, ficam melhores nas áreas sociais como salas e galerias, áreas de circulação, nos banheiros e nos closets”, esclarece.

Nos quartos, a recomendação é utilizá-los nas paredes laterais da cama, atrás do criado-mudo ou ainda, para os quartos sem closet, mas com corredor de armário na entrada, espelho revestindo toda a parede em frente às portas dos armários.

“Assim, a parede espelho além de transmitir a sensação de um aumento na largura do corredor, torna-se bastante funcional também para a hora de se vestir”, aponta Camila.

+Leia também: 5 dicas para decorar espaços pequenos

Locais para evitar espelhos

Camila não aconselha o uso de espelhos em tetos, varandas, áreas externas e nem em cozinhas. “Estes ambientes aumentariam muito o trabalho para mantê-los limpos sempre. Espelho sujo passa a impressão de casa suja, engordurada então, se não for para mantê-los limpos e reluzentes sempre, melhor não tê-los”, conta.

espelhos nos ambientes

Foto: Thinkstock/Getty Images

Consultoria

Camila Martins, consultora de tendências

Mais lidas