Como ter uma piscina em casa

Avalie

Chegar em casa depois de um cansativo dia de trabalho e mergulhar na piscina para relaxar. Até bem pouco tempo, esse era um privilégio impensável para a maioria das pessoas, já que piscina sempre foi sinônimo de custo elevado e amplos espaços. Mas é possível ter uma piscina em casa, gastando pouco. Hoje a indústria oferece materiais que apresentam bom padrão sem pesar no bolso. É o caso do vinil. Resistente e duradouro, ele proporciona resultados semelhantes aos de materiais mais caros, inclusive na estética. “O cliente pode criar desenhos e cores de acordo com o seu estilo. É possível reproduzir no vinil a estampa que for desejada”, afirma Marcos Sorrilha, presidente da Sibrape.

Posso ter
 uma piscina?


Pode! Cada casa pode receber uma piscina, de acordo com as condições e tamanho do terreno na área de lazer. Porém, há alguns cuidados que devem ser tomados na criação do projeto. “Não há uma regra básica, mas o que se deve levar em consideração é a quantidade média de usuários e as dimensões do terreno onde será construída a piscina. Também se deve prever, além da piscina, uma área para a casa de máquinas (onde ficam o filtro, motobomba, sistema de descontaminação, entre outros equipamentos) e a área para o banho de sol”, explica Marcio Antônio da Silva, encarregado técnico da Sibrape.

Segundo Silva, não existem tamanhos mínimos ou máximos para a construção de uma piscina, e tudo fica por conta da criatividade do responsável técnico pela obra: “Para se locar uma piscina no terreno, a única regra a seguir é respeitar o recuo de 1,5 metro de distância entre a piscina e os muros laterais. Fora isso, deve prevalecer o bom senso na hora de dimensionar a área ao redor da piscina, para que se promova conforto aos usuários”, frisa.

Divulgação/Sibrape

Divulgação/Sibrape

*A arquiteta Juliane Ferraz foi ousada. Aproveitou a flexibilidade do vinil para desenhar a piscina em formato irregular. “Os terrenos estão cada vez menores e temos de respeitar a legislação. É aí que entra a nossa criatividade”, conta a arquiteta. A piscina mede 6 x 3 por 1,40 m de profundidade. O preço total é de R$4.500.

Cuide bem da sua piscina!


Uma vez realizado o sonho de construir uma piscina em casa, há alguns cuidados para que ela dure por mais tempo. Limpar semanalmente é um deles. É importante também manter a água em boas condições de uso, realizando a cada semana um balanceamento com medições e correções de pH, e aplicação de desinfetante com algicida. A limpeza é feita sempre por meio de peneiração e escovação, além da filtragem. “A água da piscina não necessita ser trocada, ela é apenas tratada. No decorrer do uso, a água será reposta aos poucos”, ensina Márcio Silva, da Sibrape.

Construa gastando pouco

– A opção pelo vinil pode trazer vários ganhos. O que seria gasto com ferragens, se a piscina fosse de concreto armado, pode ser empregado para fazer spas, cascatas, prainhas e degraus de hidromassagem, transformando a piscina em área de lazer completa.

– Opte por um terreno mais plano, sem árvores ou grama plantada, sem rede de esgoto, aterro recente ou lençol freático. O chão também não deve ter pisos ou contrapisos.

– Caso haja desníveis no local, será necessário fazer cortes no terreno para nivelamento da área da casa e da área de lazer onde ficará a piscina. Deve-se ficar atento quanto a necessidade ou não de muro de arrimo.

– Piscinas de fibra de vidro ou de vinil, além de serem mais baratas, dispensam a necessidade de impermeabilização.

– Quando for realizar o projeto de paisagismo da área de lazer, evite plantar árvores de folhas pequenas, pois estas dificultam a limpeza. Árvores grandes também não são indicadas porque com o tempo formam sombras na área da piscina.

Texto Rafael Gimenez/ Colaborador

Tags:

Mais lidas