Como ter uma banheira em casa?

Avalie

Chegar em casa e ter uma banheira cheia de água quentinha te esperando parece um sonho distante, não é mesmo? Mas ter uma banheira em casa pode ser muito mais simples do que parece! Conversamos com a arquiteta Lilian Fajardo para esclarecer as principais dúvidas relacionadas à instalação desse item. Confira as nossas dicas de como ter uma banheira em casa:

1. Meça o ambiente: Primeiramente, é preciso medir o lugar onde você pretende colocar a banheira. Para ser instalada, ela precisa de pontos hidráulicos e de escoamento, além de um ponto elétrico exclusivo, cujas especificações podem mudar de acordo com o modelo escolhido.

2. Escolha o modelo: Os tipos mais comuns de banheira vendidos no mercado são as embutidas e as peças soltas, chamadas de freestanding.

Detalhe do box ao lado da banheira

(Foto: Denise Monteiro)

A primeira opção é a mais usada, por ter modelos menores, que possibilitam ser encaixados em espaços compactos. Uma das banheiras mais vendidas tem 1,90m de comprimento por 0,80m de largura. A desvantagem é que a peça requer um acabamento com revestimento, o que acaba gerando um gasto com material e mão de obra.

Já as freestanding, também chamadas de auto-portantes, tem uma instalação mais simples: “Elas apresentam a tecnologia e inovação de dispensar alvenaria, facilitando sua instalação em qualquer ambiente”, conta Lilian. Esses modelos também não tem a água aquecida, precisando de um sistema externo. “Ela pode ser abastecida com a água quente da torneira e o material de fabricação da banheira é o responsável por manter a água aquecida”, complementa ela. Os materiais que melhor mantêm a temperatura da água são as de rocha vulcânica, seguidas por acrílico e corian (superfície composta por uma mistura de revestimentos).

(Foto: Lilian Fajardo)

(Foto: Lilian Fajardo)

Para serem instaladas, essas banheiras só precisam de pontos hidráulicos de entrada e saída. No entanto, esses modelos costumam ter o preço mais elevado.

3. Instalação: “A banheira com água sobrecarrega a estrutura da edificação, assim como a piscina”, Lilian adverte. Logo, é recomendado consultar um engenheiro antes de fazer a obra. Se você mora em um apartamento, a arquiteta complementa que também é necessário entregar a ART (Anotação de Responsabilidade Técnica, assinada pelo engenheiro) ao síndico e pedir autorização para fazer a intervenção. Com isso resolvido, a instalação pode ser feita por um técnico especializado.

(Foto: Paulinho Peres)

(Foto: Paulinho Peres)

4. Manutenção: “A manutenção deve ser feita apenas com sabão neutro”, a arquiteta explica. Outros materiais podem corroer o revestimento da banheira.

Veja também:

+ 20 banheiros inspiradores

+ 4 projetos de banheira para agradar a todos os gostos

Mais lidas