Como prevenir o surgimento de cupins

Avalie

Os cupins de madeira seca e subterrâneos, quando entram em casa, podem trazer grandes problemas para o morador. Eles fazem ninho no solo, próximo a uma fonte de umidade ou alimento e saem do ninho em busca de alimentos para sobreviverem, destruindo até mesmo tijolos, artefatos de plástico, tecidos, couro, gesso, instalações, cabos e conduítes elétricos de construções e redes telefônicas.

madeira destruída por cupins

Foto: Thinkstock/Getty Images

Para evitar que esses insetos apareçam ou até mesmo comecem a destruir seus móveis, confira dicas de Allan Comploier, diretor da Master House Manutenções e Reformas.

Prevenindo o aparecimento de cupins

A melhor forma de se prevenir é usar madeiras resistentes a estes insetos, tais como: peroba do campo, peroba rosa, jacarandá, pau ferro, braúna, gonçalo alves, sucupira, copaíba, orelha de moça.

“Uma outra forma de prevenção é tratar suas peças de madeira com produtos que vão aumentar a resistência ao ataque dos cupins e também fechar os buracos existentes na madeira. Uma boa dica é sempre pintar ou envernizar sua peça, ou ainda usar alguma cobertura apropriada”, conta Allan

+ Como eliminar formigas e baratas

Ele ainda afirma que é necessário ficar atento aos sinais de infestação, sendo o sinal mais típico os grânulos fecais, amontoados abaixo dos “buraquinhos” na madeira.

“Os cupins subterrâneos, por exemplo, necessitam de umidade para sua sobrevivência e essa é uma característica que pode ser utilizada para ajudar no controle destes insetos. Assim, locais onde pisos de madeira ou outras estruturas de madeira encontram-se em contato constante com o solo úmido são alvos fáceis. Alterações mecânicas, incluindo eliminação de pontos de contato da madeira com o solo, substituição de madeira ou objetos atacados, remoção de restos de celulose e redução do excesso de umidade na estrutura podem também ajudar no controle de infestações de cupins”, explica.

“Apesar de existirem fórmulas caseiras, facilmente encontradas na internet, por exemplo, sempre aconselho a consulta de um especialista para identificar o tipo de cupim e o tratamento apropriado para cada caso. Afinal, essa economia pode gerar danos maiores”, emenda Allan.

Extermínio de cupins

A melhor forma de exterminar cupins é acionar um serviço de descupinização, pois profissionais especializados já sabem lidar com o perigo dos fortes venenos e o que fazer para não prejudicar mais os seus móveis e objetos.

“Vale ressaltar o fato de que estes venenos, quando adquiridos sem ajuda profissional, duram até cinco anos e podem levar à morte quando ingeridos. Portanto, mantenha-os sempre fora do alcance das crianças, preferencialmente em lugares altos”, aconselha o diretor da Master House Manutenções e Reformas.

Uma vez realizada a descupinização é preciso retirar todas as pessoas da casa por um período de 48 horas para segurança. As pessoas que sofrem de problemas respiratórios ou as que têm alergias devem sempre consultar um médico sobre estes períodos e cuidados necessários.

Evite estragos!

“No desespero, as pessoas acabam ligando para a primeira empresa que encontram, sem tomar o cuidado de analisar se possuem profissionais qualificados, com licença para realizar corretamente este serviço. Já houve um caso, a título de exemplo, em que um cliente contratou os serviços de uma dedetizadora sem licença e quando voltaram à residência encontraram todos os seus peixes (do seu aquário de 1 metro cúbico!) mortos. Os prejuízos foram calculados em mais de R$ 5 mil”, aponta Allan.

O estrago já foi feito. E agora?

Dependendo do estrago que foi feito, infelizmente, será necessário descartar tudo o que foi atacado pelos cupins. “Então, para evitar estes transtornos, é necessário ficar atento a qualquer sinal de infestação e eliminar a colônia logo no início”, finaliza Allan.

Tags: ,

Mais lidas