Como deixar o cômodo mais ventilado

Avalie

É claro que o ventilador tem uma função muito específica de produzir vento para refrescar os ambientes e evitar o calor exagerado. Porém, quando colocado em um cômodo, querendo ou não, esse objeto passa a fazer parte da decoração. Por isso, é preciso saber escolher a melhor opção para ventilar sua casa e mantê-la bonita.

ventilador

Shutterstock Images

Muita variedade

• Adotar os ventiladores na sua casa pode representar vantagens que vão além da economia, isso porque são opções mais baratas que o ar-condicionado.

• Os ventiladores também despendem menos energia e, além disso, evitam que o ar fique muito seco, já que reproduzem uma ventilação natural.

Opções domésticas

Ventiladores de teto: não ocupam espaço e ventilam o ambiente como um todo, sendo boas opções para quartos e salas. Além disso, costumam ter luminária acoplada.

Ventiladores-torre: são opções modernas e que oferecem até mesmo função climatizadora de ambientes. Costumam ser silenciosos e fáceis de adaptar a qualquer lugar, pois seu formato não ocupa muito espaço. O vento pode ser ou não direcionado.

Ventiladores de mesa: como costumam ser pequenos, portáteis e de baixa potência, não são muito úteis para ventilar ambientes maiores da casa, mas sim para serem deixados sobre a mesa ou no chão e refrescar uma área que não necessita de muita ventilação.

Como limpar

– Para fazer uma limpeza profunda, o ideal é que os ventiladores sejam desmontados, uma vez que os modelos mais modernos costumam ser facilmente desmontáveis.

– “Os ventiladores de teto de policarbonato, por exemplo, podem ser limpos somente com pano seco ou levemente umedecido, não aceitando o uso de agentes químicos. O material é tão ecológico, que não tolera contato com itens que agridem o meio ambiente”, ressalta Ricardo Michel, gerente comercial de uma marca de ventiladores.

– O mais indicado é tirar o pó sempre que possível com um pano, tendo cuidado com as hélices dos objetos.

Escolha o seu 

Consultoria

Ricardo Michel, gerente comercial da Spirit.

Site www.spiritstyle.com.br

Texto de Anaiza Selingardi/Colaboradora

Mais lidas