Casa de diarista ganha prêmio de ‘Construção do ano’

Avalie

A casa da diarista Dalvina Ramos, moradora de 74 anos da Zona Leste de São Paulo, ganhou o prêmio de “Construção do ano de 2016“. O reconhecimento foi dado pelo site ArchDaily, um dos mais importantes do segmento.

Casa de diarista ganha prêmio internacional de arquitetura

(Foto: Pedro Kok/ArchDaily)

Em 2013, uma tempestade fez com que parte do teto da casa em que Dalvina mora há mais de 25 anos desabasse. Foi então que o filho dela procurou o escritório Terra e Tuma Arquitetos com dois pedidos: que o projeto fosse realizado com urgência e dentro de um orçamento limitado. O custo não poderia ultrapassar R$150 mil, valor economizado por Dalvina por toda a sua vida.

Por ter conseguido otimizar o espaço dentro dessas restrições, o escritório recebeu o prêmio internacional de arquitetura. Pedro Tuma, sócio e arquiteto, declarou ao G1 que a escolha por blocos de concreto aparentes não foi somente pelo preço reduzido do revestimento: “Levamos o prêmio porque trabalhamos pela democratização da arquitetura. Essa não é uma casa virtuosa, com acabamentos de última geração. E além do orçamento restrito, usamos aqueles materiais porque é a forma como entendemos o conforto. Uma casa com blocos de concreto e estrutura aparente privilegia o espaço ao invés da superfície”.

Casa de diarista ganha prêmio internacional de arquitetura

(Foto: Pedro Kok/ArchDaily)

Para a reforma ser realizada, a casa precisou ser demolida. Foi feita uma nova fundação para abrigar a construção atual, com a maior parte do espaço construído no andar térreo. No segundo andar ficam apenas um segundo quarto e uma horta, projetada pela paisagista Gabriella Omagui com o intento de isolar termicamente a laje, impedindo que o sol bata diretamente no local.

Casa de diarista ganha prêmio internacional de arquitetura

(Foto: Pedro Kok/ArchDaily)

Além deste espaço, ainda há um jardim central, separado da cozinha por uma janela ampla. Somada ao pé direito alto, ela proporciona uma sensação de amplitude e boa luminosidade aos cômodos. Confira mais fotos da casa de Dalvina:

Mais lidas