Os limites da conquista: sinais de que você está indo longe demais em nome do amor

Avalie
muler-coraçao

Foto: Thinkstock/ Getty Images

A paquera é um dos momentos mais legais do começo de um relacionamento. Além de haver a descoberta da personalidade da outra pessoa, ambos geralmente se esforçam para parecerem mais interessantes e assim conquistar o outro. Porém, será que existe um limite na hora da conquista?

A resposta é sim, e é importante que você tome cuidado para não extrapolar esses limites e perder o bom-senso na hora da paquera. Veja alguns erros comuns que muita gente comete na hora de tentar conquistar alguém e fique esperta para não praticá-los também, afinal você não vai querer perder o cara sem nem antes conquistá-lo de verdade.

– Exagerar nas qualidades: ninguém é perfeito, nem você. Um dos erros mais comuns no começo da paquera é querer parecer perfeita para o rapaz. Tudo bem que você não precisa listar todos os seus defeitos já no primeiro encontro, mas não fique exaltando todas as suas qualidades, muito menos inventando coisas que não são verdades. Com o tempo, inevitavelmente ele vai saber se você estava mentindo ou não.

Esconder informações: pior do que exagerar na dose querendo parecer “boa demais” é mentir sobre a sua vida. Um bom exemplo é o que aconteceu com a personagem Maria Aparecida (Isabelle Drummond), na novela “Cheias de Charme”: por ter vergonha de ser arrumadeira, Cida inventou uma grande mentira para poder namorar Conrado, que é rico. Resultado: quando ele descobriu a verdade, terminou o relacionamento com ela. Jamais esconda o que você faz e quais são as suas origens. Afinal, ele tem que gostar de você pelo que você é.

– Insistência: uma coisa é você querer encontrar o cara de novo, outra é ficar insistindo para que isso aconteça. Nada de encher o celular dele de ligações ou mensagens, nem de ficar perguntando sempre qual será o próximo encontro. Quanto mais perguntas e pressão, pior fica a sua imagem perante ele.

– Investigar a vida dele: você tem que saber por quem está interessada, mas ficar investigando o passado do rapaz a fim de descobrir, principalmente, ex-relacionamentos, não é legal. Ele pode sentir que você está invadindo a privacidade dele cedo demais. Deixe que o cara mesmo lhe conte seu passado amoroso.

– Monitorar os passos dele: se você não quer parecer a chata insistente por um outro encontro, tornar-se a “vigia virtual” do cara não vai ajudar em nada. Saber o que ele está fazendo, com quem vai sair e para onde vai só vai deixá-la mais paranoica. Deixe o lance rolar naturalmente!

Fuja dessas atitudes!

Mais lidas