Latino se envolve em polêmica com prefeito e policiais em Minas Gerais

Avalie
latino

Foto: Francisco Cepeda/ AgNews

Latino enfrentou uma situação nada agradável antes de um show que fez esse final de semana na cidade de Nazareno,em Minas Gerais. Segundo o cantor, a equipe que o acompanha em suas apresentações foi agredida por policiais locais antes do show acontecer.

Latino relatou os fatos em sua página do Twitter da seguinte forma: “O que aconteceu antes do meu show em Nazareno hoje, em 20 anos, nunca vi na vida! Meus seguranças apanharam dos policiais de Nazareno e meu produtor levou oito pontos na testa. Chegaram a apontar arma para gente! O prefeito (aparentemente alcoolizado) José Heitor não autorizou a entrada dos meus fãs no camarim. Tudo isso porque ele queria que atendêssemos seus familiares primeiro, antes de todo mundo. Pensa! O povo não seria prioridade? Média política?”.

Junto às declarações, Latino postou uma foto de seu produtor com ferimentos na cabeça, e continuou escrevendo: “Vejam a agressão ao meu funcionário Russo no show de Nazareno! Tudo isso porque o prefeito queria prioridade. O prefeito foi tão covarde que disse que se eu não atendesse seus familiares antes, eu não iria atender meus fãs. Como pode um cara desse ser eleito? O prefeito chegou a me segurar pela camisa dizendo: ‘se você não atender meus amigos e familiares eu vou mandar desligar o som’. Ano político e o desespero pra ser reeleito fez com que esse idiota desse prefeito arrumasse toda essa confusão. Pena do povo! Se eu fosse outro teria cancelado o show! Em respeito ao público de Nazareno, eu ainda subi no palco e fiz o show. Fui sangue frio! Fomos até a delegacia local fazer ocorrência e dar queixa do prefeito. Se ele fez isso com a gente, imagina o que ele é capaz para reeleição?”, relatou.

Latino se apresentou normalmente apesar de tudo. Quem viu o show nem percebeu a confusão que aconteceu anteriormente.

Em comunicado oficial à imprensa, a assessoria do prefeito de Nazareno, José Heitor Guimarães de Carvalho, negou as acusações feitas por Latino. Ele desmentiu que estaria alcoolizado e que tentou fazer com que o cantor atendesse prioritariamente sua família e afirmou que foi Latino quem chegou duas horas atrasado para a apresentação. José Heitor ainda garantiu que irá processar Latino por danos morais e fez questão de frisar que  já está em seu segundo mandato na cidade, portanto não concorrerá às eleições deste ano.

Mais lidas