Home office: dicas para trabalhar em casa

Avalie

Trabalhar em casa virou uma realidade para muitos brasileiros. Segundo o censo de 2012 feito pelo IBGE, o país conta com 30 milhões de brasileiros adeptos desse estilo de trabalho. Mas o que é exatamente home office? Segundo o coach Marcelo Homci, não se trata apenas de trabalhar em casa, mas de utilizar um espaço específico da residência para isso. E, portanto, ter uma rotina bem diferente de quem opta pelo estilo tradicional.

Home Office

Foto: Vinicius Tupinamba / Shutterstock.com

Vantagens

Trabalhar em casa permite um controle maior sobre a rotina. O trabalhador escolhe em que horários vai se dedicar à profissão, economiza tempo e gastos com a locomoção, bem como os gastos com o aluguel de um local de trabalho – seja ele de uma empresa ou do trabalhador em si.

Desvantagens

“Em nossa casa, o sofá está perto, a TV, a geladeira, o videogame, os filhos… Por isso, é necessário ser ainda mais exigente em relação à disciplina e prazos”, explica José Carturan, diretor de uma empresa de treinamento.

Além disso, é preciso “fazer com que a família entenda que você não está lá para ela e que tem hora para ‘voltar ao trabalho’ como qualquer outro profissional que trabalha fora”, lembra Marcelo.
A solidão também pode incomodar: “Às vezes faz falta ter um colega ao lado para trocar uma ideia ou se distrair nos intervalos”, explica Fê Bastos que trabalha em home office desde 2010.

Dicas

O professor Marcus Garcia dá algumas sugestões para quem não quer se atrapalhar com as tentações da casa:

  • “Tenha um espaço dedicado para trabalhar, não faça da mesa da cozinha, do sofá da sala ou da cama no quarto, seu escritório; a rotina da casa pode ser um redutor da qualidade e do foco no trabalho, mesmo que a pessoa more sozinha”
  • “Tenha o horário certo para iniciar o trabalho, fazer os intervalos e encerrar a jornada diária de trabalho ou você pode perder-se em horários e compromissos”;
  • “Tenha um sistema de organização dos documentos e materiais necessários ao trabalho para que estejam à mão durante o expediente”;
  • “Vista-se como se fosse para o escritório central, evite trabalhar de pijamas ou roupas inadequadas ao trabalho; não que você vá receber pessoas em casa, mas o próprio espírito de se trajar para o trabalho prepara a pessoa para um maior foco nas atividades”.

Direitos trabalhistas

Se você trabalha em casa mas para uma empresa, ela continua responsável pelo desconto da contribuição do INSS bem como outras responsabilidades. “Certifique-se de que a empresa vai reembolsar seus gastos em casa (energia, telefone, internet, espaço) ou vá lhe dar os equipamentos necessários para que faça seu trabalho em casa”, lembra o professor Marcus. Tudo isso precisa ser decidido no momento da contratação.
Mas se você é freelancer – faz trabalhos avulsos – ou home based – que é dona da empresa e tem a sede dela em casa – as responsabilidades quanto ao INSS e imposto de renda ficam por sua conta.

Consultoria: Marcelo Homci, coach e diretor da Zetta Coaching; José Carlos Carturan, diretor da Elleven Treinamentos e especialista em Medicina Comportamental; Marcus Garcia, professor e autor de livros como “Sucesso: uma questão de identidade”, “Educação Profissional” e “A Escola no Século XXI”; Fê Bastos, consultora de Imagem da empresa “Fê Bastos Consultoria de Imagem”; Gisele Kobayashi, educadora financeira da CK Treinamentos.

Mais lidas