Como não se tornar uma perseguidora virtual

Avalie
mulher-computador

Foto: Thinkstock/ Divulgação GettyImages

 

É inegável que a internet é uma grande aliada na hora da paquera. Homens e mulheres usam a web não só para conhecer novas pessoas, mas também para se aproximar ainda mais daquele em quem já estão de olho. O problema é que a facilidade em visualizar perfis em redes sociais e saber da vida alheia pode transformar você em um perseguidor virtual.

Na linguagem da internet, um perseguidor virtual é chamado de “stalker”. Mas você não precisa se ligar ao termo para saber quando está passando da medida e vigiando demais alguém pela internet.

Jornalista e blogueira, Tamirys Seno entende bem da vida virtual. Ela afirma que é normal encontrar alguém interessante em uma festa ou no trabalho, por exemplo, e logo procurá-lo nas redes sociais para saber um pouco mais sobre a vida dele. Além de natural, isso ainda ajuda a você evitar ciladas, afinal você já consegue descobrir se ele é comprometido, baladeiro, quais os gostos pessoais dele para música, cinema e outros assuntos.

O problema começa quando você não fica apenas nas informações gerais apresentadas no perfil do rapaz e começa a vasculhar a fundo a vida dele. “Muitas vezes o rapaz pode se assustar com a quantidade absurda de informações que você conseguiu coletar enquanto fuçava no perfil dele”, explica Tamirys.

Outro erro é usar as redes sociais como um guia sobre o que o cara anda fazendo. Já pensou como é assustador sua vida ser vigiada por alguém que você nem imagina? Mesmo que você já tenha alguma intimidade com ele, não busque seguir os passos dele pela web. Tamirys dá uma boa dica: “É legal usar algumas informações como argumentos quando surgir uma oportunidade de encontro, como interesses em comum, filmes, música, etc. E nunca chegar dizendo se o jantar com a tia-avó dele na semana passada estava legal, porque com certeza ele ficará muito assustado”, diz.

Mas um dos maiores problemas em passar muito tempo vasculhando a vida do paquera pela web é o como você pode interpretar as coisas de forma errada. Uma mensagem, uma foto, um comentário… pela sua perspectiva, algumas coisas podem ter um significado totalmente diferente do que é na verdade, dentro de outro contexto. Ficou morrendo de ciúme do elogio que ele fez na foto daquela menina bonita? Bateu o desespero e já achou que o cara era um safado, mas depois descobriu que ela é apenas uma prima distante? Pois é, nem sempre as coisas são o que parecem. Portanto, muito cuidado na hora de agir como uma detetive virtual na vida do seu paquera.

 

 

Mais lidas