Como lidar com a diferença de idade

Avalie

Muita gente diz que relacionamentos com uma diferença de idade podem não dar certo. Isso realmente acontece em muitos casos, devido a falta de atenção a detalhes, algo que um relacionamento deste tipo precisa ter. Além disso, também é preciso deixar as neuras de lado!

Dedinhos-Shutterstock_Images

Foto: Shutterstock Images

A Guia Astral separou algumas dicas para você tirar de letra essa diferença entre vocês e poder viver o amor numa boa!

Se ele é mais velho…
– A diferença de idade não vai importar muito se você for uma pessoa mais madura e, ao mesmo tempo, ele tiver um espírito jovem. O que vale é a idade mental dos amantes, dizem os especialistas, para que o casal se dê superbem.
– Não encane, achando que ele pode se interessar por alguém mais experiente, ou deixar de te amar quando ficar mais velha.
– Nada de querer que ele participe de todas as baladas e curtições com a sua turma. Afinal, ele também vai querer que você participe das coisas dele. Bacana é tentar equilibrar, pra ninguém abrir mão completamente do seu mundo em função do outro.
– Esteja preparada para encarar o “pacote família”: filhos, ex-mulher… e se, quiser ser feliz, precisará se dar bem com todos.

Se ele é mais novo…
– Se ele é mais maduro do que os outros garotos da idade dele, as chances desse romance dar certo são ótimas. O que vale é a maneira de pensar.
– Quando a mulher é mais velha, é mais provável que os familiares torçam o nariz, por estarem acostumados ao contrário. Mas, com o tempo, vendo que vocês se amam e se tratam bem, acabarão se acostumando. Respeite o tempo deles, tá?
– Não entre em neuras do tipo “ele vai me trocar por uma garota mais jovem e bonita”. Se ele gostou de você, é justamente porque tem o que as novinhas não podem oferecer: experiência e maturidade.
– Você pode sentir alguma dificuldade em relação ao pique do rapaz, inclusive na cama, se ele for dos mais animados. Mas, se você também não perde uma oportunidade, tudo bem.

Quando há amor de verdade, um sabe respeitar as experiências e os gostos do outro, admirando-o pelo que ele é! Com carinho, compreensão e uma boa dose de bom humor, qualquer romance dá certo, independente da idade, ok?

Texto original: Ângela Moraes/Colaboradora

Mais lidas