Acusados de racismo contra Taís Araújo são presos

Avalie
tais-araujo-racismo-racistas-presos

Reprodução/Facebook

 

Na manhã desta quarta-feira (16), foram presos cinco homens acusados pelo crime de racismo contra a atriz Taís Araújo. Taís foi vítima de ataques nas redes sociais em novembro de 2015.

O delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DCRI) do Rio de Janeiro, Alessandro Thiers, comentou sobre as prisões. Os acusados também estavam envolvidos nos ataques sofridos pela apresentadora Maria Júlia Coutinho e as atrizes Sheron Menezzes e Cris Vianna.

“Todos estão presos, sendo cinco no total, e até o final do dia todos os locais de busca e apreensão serão diligenciados. Conseguimos cumprir todos os mandados. Alguns são responsáveis por ataques a outras pessoas da mídia, além da Taís Araujo. Todas as pessoas foram presas em casa e não esperavam que a polícia fosse chegar lá hoje, por isso não ofereceram resistência. Em um dos locais ficamos impressionados com a farta quantidade de pedofilia encontrada. Eram fotos, imagens e filmes de crianças de 1 a 5 anos. Os policiais que foram cobrir o mandado, que são pessoas acostumadas a lidar com esse tipo de situação, ficaram horrorizados tamanha a gravidade”, disse Alessandro.

Mais lidas